CBAt suspende Luis Paulo da Silva Antunes após segundo e novo caso de doping do atleta

12 d janeiro d 2016 às 5:46 pm

luispauloda silvaantunesO fundista Luis Paulo da Silva Antunes foi pego novamente em um novo exame de controle de dopagem, dessa vez após os testes realizados na Maratona de Curitiba disputada em novembro do ano passado. Ele já estava suspenso depois que  substâncias proibidas foram detectadas na sua urina no exame realizado durante a  Maratona de Foz do Iguaçu no ultimo final de semana de setembro.

Abaixo o conteúdo da Portaria da CBAt:

 

PORTARIA Nº 2/2016

REF.:- SUSPENSÃO PROVISÓRIA DE ATLETA POR SEGUNDA INFRAÇÃO DE DOPAGEM

O Presidente da CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias e, CONSIDERANDO que o atleta encontra-se suspenso provisoriamente pela CBAt, através da Portaria nº 18/2015, em função de que na amostra de sua urina, coletada durante a prova “Maratona Internacional de Foz do Iguaçu – SESC/PR”, no dia 27 de setembro de 2015, na cidade de Foz do Iguaçu, PR, foi detectada a presença da substância proibida pela IAAF/WADA “Stanozolol e seus Metabólitos 3′-Hydroxy-Stanozolol e 16 Betahydroxy-Stanozolol (AAS Exógeno– 1A)”;

CONSIDERANDO que na amostra da urina do atleta, coletada durante a prova “Maratona de Curitiba”, no dia 15 de novembro de 2015, na cidade de Curitiba, PR, foi detectada a presença da substância proibida pela IAAF/WADA “Stanozolol e seus Metabólitos 3OH-Stanozolol e 16OHStanozolol (AAS Exógeno–S1A)”;

CONSIDERANDO que as explicações apresentadas pelo atleta em 14 de dezembro de 2015 não foram aceitas pela CBAt; CONSIDERANDO que o atleta não requereu a abertura da amostra B de sua urina no prazo previsto nas Regras da IAAF; CONSIDERANDO que o resultado é uma segunda violação pelo atleta a regra antidopagem da IAAF, conforme a Regra 32.2, alínea (a),

R E S O L V E SUSPENDER PROVISORIAMENTE, o atleta LUIS PAULO DA SILVA ANTUNES, registrado na CBAt sob o número 28334, vinculado a Federação Paulista de Atletismo, em conformidade com as Regras 38.1(a) e 38.2 da IAAF, até julgamento definitivo pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva da CBAt, pela segunda infração de dopagem consecutiva. O período de suspensão provisória, no qual o atleta não pode participar de quaisquer competições de Atletismo no Brasil ou no exterior, será a partir do dia 19 de novembro de 2015, para ambas as suspensões.

São Paulo, SP em 12 de janeiro de 2016.

José Antonio Martins Fernandes Presidente

Share