Brasil busca lugar no pódio no IAU Continental de Ultramaratona de 100 K Américas

9 d julho d 2019 às 2:07 pm

A competição, que será disputada pela primeira vez na América do Sul, está marcada para o dia 27 julho, em um circuito de 5 km, a ser montado na Avenida Tomé de Souza, em Bertioga, no litoral de São Paulo

Felipe Costa (Divulgação)

O treinador Mariano Moraes, da Seleção Brasileira que vai disputar o Campeonato IAU Continental de Ultramaratona de 100 K Américas, no dia 27 julho, em Bertioga, no litoral de São Paulo, está confiante. Ele acha que a equipe pode brigar por um dos três primeiros lugares da competição, que será realizada pela primeira vez na América do Sul.

“Tenho mantido contato quase diários com os 18 atletas convocados, procurando passar tranquilidade, informações importantes de preparação para uma prova tão dura, como os 100 km, que requer cuidados com a alimentação, por exemplo”, disse o treinador, que aponta Argentina e a Colômbia, como os principais adversários do Brasil em Bertioga.

Mineiro de Pouso Alegre, o treinador viveu a explosão das disputas dos 100 km, depois da geração que teve Valmir Nunes e Luciano Prado, as grandes referências. Atleta de 100 m, aos 10 anos, passou a correr provas longas para entender fisiologia e biomecânica, como uma competição de 24 horas, realizada no Taquaral, em Campinas, “para vivenciar na pele”.

Estão na comissão técnica também o treinador André Vazquez e o fisioterapeuta Luiz Fernando Garcia, o Pato, assim como Carlos Gusmão, Cléber Lourenço Balbino, Luiza Tobar, Itamar Goes, Douglas de Melo, Marcos Gomes e Emerson Bisan, além de Luciano Prado, Antonio Edmilson de Freitas e Oscar Susso, consultor da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

Claudia Souto (Divulgação)

Paulistano, mas radicado na Espanha, André Vazquez acha que o Brasil tem a quinta força na competição. “Gostaria de ser mais otimista, mas sou realista. Não vejo chances de pódio, embora vá torcer muito para todos. Temos atletas regulares nos 50 km e 100 km e nas 24 horas, mas não excelentes em cada uma. Precisaria haver especialização”, ponderou.

No Campeonato IAU Continental de Ultramaratona de 100 K Américas, o Brasil terá os seguintes atletas: no feminino Caroline Lima Martins, Cláudia Souto, Dianne Christie Fadl Schaldach, Hellen Cristina Caldeira, Laynara Arantes, Neidinha Rosa, Rosivânia Soares, Vivian Pavão e Viviane Motta; e no masculino Eduardo Calixto, Felipe Costa, José Cláudio Nunes, Márcio Batista, Marcos Paulo Espírito Santo, Niumar Velho, Silvio Pires, Urbano Cracco e Rodrigo Santejo.

A competição será disputada em um circuito de 5 km, homologado pela CBAt. Além da prova de 100 k, a competição terá eventos paralelos, com corridas de 5 k, 10 k, 20 k, 50 k, 80 k revezamento de 100 km em equipes de 10 atletas e revezamento de 100 km em equipes de cinco atletas.

As provas que compõem o evento Br135 Ultra de Rua – Etapa Bertioga Continental serão realizadas na Avenida Tomé de Souza, nos seguintes horários: 5 K, 10 k e 20 K, às 15 horas, 50 K, às 11 horas, 80 K e os 100 k, às 7 horas.

Os interessados já podem fazer inscrições pelo Ticket Agora (www.ticketagora.com.br/e/Br135Ultra-De-RuaEtapa-Bertioga-Continental-2019-8118), endereço em que conseguirão todas as informações como valores, retiradas de kit dos atletas e reuniões preliminares.

O Campeonato é um evento promovido pela IAU (International Association of Ultrarunners) e pela CBAt, com organização da Brazil135 Ultramarathon e do Circuito Br135 Ultra de Rua. A competição tem apoio da Prefeitura de Bertioga.

A Caixa é a patrocinadora oficial do atletismo brasileiro.

Share