Daniel Nascimento vence 14ª Meia Maratona Internacional de São Paulo

2 d fevereiro d 2020 às 4:22 pm

O atleta fez o tempo de 1:04.34 e se junta aos brasileiros com índice para o Mundial de Meia Maratona. No feminino, a vitória foi da queniana Janet Cheruto, com a brasileira Rejane Ester da Silva em segundo

Daniel Ferreira do Nascimento . Divulgação: Neto Gonçalves

Daniel Ferreira do Nascimento, de 21 anos, corredor natural de Paraguaçu Paulista, São Paulo, impôs ritmo forte desde a largada, acompanhou de perto os estrangeiros e depois assumiu a liderança para vencer a 14ª Meia Maratona Internacional de São Paulo, neste domingo (2/2), com o tempo 1:04.34. Com o tempo, Daniel passa a integrar a lista dos fundistas brasileiros que já têm índices assegurados para o Mundial de Meia Maratona de Gdynia, na Polônia, em 29 de março. Entre as mulheres, a queniana Janet Cheruto Masai, de 28 anos, estreante na prova, venceu com 1:16.55.

A prova de 21,097 km recebeu o Selo Ouro e o Permit 02/2020 da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

Havia quatro anos que um brasileiro não vencia a prova. A última vitória foi em 2016, com Giovani dos Santos. Nicolas Kiptoo Kosgei, do Quênia, chegou em segundo e Gilmar Silvestre Lopes, também do Brasil, em terceiro.

Daniel Ferreira do Nascimento (ABDA) confirmou a boa fase. O jovem corredor vem se destacando nas corridas de rua neste início de temporada. Foi o brasileiro mais bem colocado na Corrida Internacional e São Silvestre, com a 11ª posição, e venceu os 10 km da Copa Brasil Caixa de Cross Country, realizada em Serra, no Espírito Santo, em 18 de janeiro.

“Fico muito feliz com o resultado. Estou praticamente retornando para as corridas, já que no ano passado, devido a dificuldades, abandonei as disputas, fiquei quatro meses parado. Aí no fim do ano, corri a São Silvestre e fui o melhor brasileiro. 2020 começou muito bom para mim. Essa é minha segunda prova e a segunda vitória”, ressaltou Daniel.

Daniel também comemorou o índice para o Mundial de Meia Maratona. “Eu vim pensando em fazer o tempo para me classificar e tinha ideia de ficar entre os cinco primeiros. E o resultado veio, consegui o índice e ainda venci.”

A queniana Janet Cheruto Masai, terceira colocada na Volta da Pampulha e sétima na São Silvestre, ambas em 2018, era destaque entre as estrangeiras. A queniana manteve bom ritmo durante toda a disputa, acompanhada de outras quatro atletas, inclusive duas brasileiras, mas depois conseguiu abrir certa distância para as rivais e soube administrar. A brasileira Rejane Ester da Silva foi a segunda colocada e a ugandense Emily Chebet a terceira.

“Estou feliz com a vitória. Foi uma corrida tranquila, um bom percurso. Dificuldade só para me manter à frente das concorrentes. Mas gostei muito”, contou Janet.

“Eu comecei bem, acompanhei as estrangeiras por um tempo. Depois a Janet abriu, e aí ficou difícil, mesmo assim, tentei dar o meu melhor para ela não distanciar muito. Estou feliz com o resultado”, disse Rejane, de 36 anos.

Resultados

Elite Masculina

Pódio masculino na Meia Maratona (Sergio Shibuya/Yescom)

1) Daniel Ferreira do Nascimento (Brasil), 1:04.34

2) Nicolas Kiptoo Kosgei (Quênia), 1:05.18

3) Gilmar Lopes (Brasil), 1:05.35

4) Edwin Kipsang Rotich (Quênia), 1:07.04

5) Giovani dos Santos (Brasil), 1:07.45

Elite Feminina

Pódio feminino na Meia Maratona (Sergio Shibuya/Yescom)

1) Janet Cheruto Masai (Quênia), 1:16.55

2) Rejane Ester da Silva (Brasil), 1:18.40

3) Emily Chebet (Uganda), 1:19.19

4) Viviane Amorim Figueiredo (Brasil), 1:26.43

5) Maria Silvania da Silva (Brasil), 1:32.43

A Caixa é a Patrocinadora Oficial do Atletismo Brasileiro.

Share