Erik Cardoso quer se consolidar na nata dos velocistas

26 d junho d 2020 às 12:44 pm

Ouro no Campeonato Brasileiro e no Sul-Americano Sub-20 – foi eleito o melhor atleta masculino nas duas competições de 2019 -, o atleta paulista treina para conseguir um lugar no pódio no Troféu Brasil Caixa de Atletismo-2020

Erik Cardoso (Wagner Carmo/CBAt)

O velocista Erik Felipe Barbosa Cardoso (SESI-SP), aos 20 anos completados em março, disputa em 2020 a primeira temporada como adulto no atletismo brasileiro. Com base nos resultados obtidos nas categorias de base, o atleta nascido em Piracicaba (SP) já detém credenciais para integrar o grupo de melhores atletas do País.

No ano passado, ainda sub-20, foi convocado para o Sul-Americano Adulto de Lima, no Peru, e integrou a equipe titular do revezamento 4×100 m, medalha de prata, com 39.91, ao lado de Gabriel Constantino, Rodrigo Nascimento e Eduardo Rodrigues de Deus. “Fiquei muito feliz com a experiência. Fui chamado por minha colocação no Ranking Brasileiro”, lembrou Erik.

Treinado por Darci Ferreira da Silva, ele terminou 2019 em primeiro lugar nos 100 m no Ranking Sub-20, com 10.23 (0.0) e em segundo nos 200 m, com 20.88 (0.9). No adulto ficou em sétimo nos 100 m, com a marca obtida em Cáli, na Colômbia, na vitória no Sul-Americano Sub-20.

Erik foi eleito o destaque masculino da competição, repetindo o título recebido no Campeonato Brasileiro Caixa da categoria, disputado em Bragança Paulista (SP), quando venceu os 100 m, com 10.30 (0.2). Em Cáli foi campeão ainda do 4×100 m.

Nestes tempos de quarentena, causada pela pandemia de COVID-19, tem se dividido entre os treinos em São Paulo e em Piracicaba (SP), onde nasceu e mora sua família. “Lá em casa é mais fácil de treinar. Tem mais espaço do que em São Paulo, onde divido um apartamento com outros atletas”, lembrou o velocista, quarto colado no Ranking Adulto dos 100 m e segundo no Sub-23 em 2020 com 10.48 (1.6). “O grande objetivo é ganhar uma medalha no Troféu Brasil Caixa deste ano.”

Erik Cardoso (Wagner Carmo/CBAt)

Nascido a 3 de março de 2000, Erik começou no esporte aos 10 anos no SESI de Piracicaba, entrando no Projeto de Iniciação, que inclui natação, basquete, judô e atletismo. Aos poucos foi direcionado ao lançamento do disco e ao arremesso do peso. “Ele tinha muita força e potência e ficou nestas provas na categoria sub-16”, disse o técnico Darci Ferreira da Silva.

Na categoria de base, Eric ganhou prata no disco (53,74 m) e foi quinto no arremesso do peso (15,69 m) no Brasileiro Caixa Sub-16 de 2014, no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa, em São Paulo. No ano seguinte, na edição de 2015, no Estádio Ícaro de Castro Mello, no Ibirapuera, foi sexto no disco, com 49,26 m, mas ganhou a medalha de ouro nos 75 m, com 8.43 (0.4), abrindo espaço para a velocidade em sua carreira.

Estudante de Educação Física da UNIP Anchieta, ele recebeu apoio em casa para a prática do esporte, especialmente da mãe, Denise Barbosa, ex-jogadora de vôlei em Piracicaba.

A Caixa é a Patrocinadora Oficial do Atletismo Brasileiro.

Share