Esperança do Atletismo brasileiro encontrada morta em casa

2 d julho d 2019 às 9:42 am

Considerada uma das revelações do Atletismo brasileiro, Alana Maranhão, de 18 anos, foi encontrada morta em sua casa no domingo, na cidade de Paranavaí. As causas da morte ainda não foram reveladas pela família.

Pesar pela morte de Alana Maranhão (Foto: Wagner Carmo/CBAt)

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), lamenta a morte da atleta Alana Maranhão, de Paranavaí (PR), registra o mais profundo pesar em nome da comunidade do atletismo pelo ocorrido e deixa condolências aos familiares e amigos.

Alana morreu no domingo (30/6), no Jardim Morumbi, em Paranavaí, e a causa da morte será divulgada pelo IML. O corpo será velado, a partir das 15 horas desta segunda-feira (1/7), na Capela Santa Maria, em frente à delegacia da cidade e o sepultamento será nesta terça-feira (2/7), às 9 horas, no Cemitério Municipal de Paranavaí.

Em 2017, Alana, que tinha o apelido carinhoso de Índia, foi representante do Brasil no Campeonato Mundial Sub-18 de Nairóbi, no Quênia, na prova do lançamento de dardo, como a primeira colocada no ranking brasileiro da sua categoria, após vencer o Brasileiro Sub-18, com índice de 50,09 m.

No ano passado, os resultados dela pioraram. Ela não competiu as competições nacionais e só participou dos Jogos Escolares, terminando em terceiro lugar.

Share