Gabriela Tardivo bate recorde no Campeonato Brasileiro Caixa Sub-16 de Atletismo

29 d setembro d 2018 às 7:42 am
O Campeonato Brasileiro Atletismo de Atletismo Sub-16 , para competidores de 13 a 15 anos de idade, começou com bons resultados e um recorde, na tarde desta sexta-feira (dia 28). A competição, que chega este ano a sua nona edição, é realizada pela segunda vez em Fortaleza, no Centro de Formação Olímpica do Nordeste (CFO).

Gabriela Tardivo bate recorde no Campeonato Brasileiro Caixa Sub-16 de Atletismo (Dudu Ruiz/CBAt)

Nos 1.000 m com obstáculos, a tímida e sorridente Gabriela de Freitas Tardivo (IPEC) quebrou o recorde brasileiro da categoria Sub-16, com 3:13.22. A marca anterior era de Leydiane Lopes Ramos, com 3:13.35, de 2015. “Estou feliz, agradeço pelo apoio de todos”, disse. Kathelyn Rocha Veloso (LUASA) ficou em segundo, com 3:16.47, e Aylana Cezar (Centro Olímpico) conquistou o bronze, com 3:22.38.

Na final do salto com vara masculino, Israel Bonanni Turci (AA Maringá) comemorou o seu primeiro título brasileiro da carreira. “Tentei ser jogador de futebol, apesar de ser bom, acabei conhecendo o Atletismo e mudei de esporte. Foi uma prova longa, mas me mantive tranquilo e consegui a medalha de ouro”, afirmou o saltador, que fez 3,30 m. A prata ficou com Jonas Henrique Flores (APA), com 3,00 m. Aurélio Miguel Leite (Centro Olímpico) levou a prata, com 2,60 m.

Fernanda Cidrin (Atletismo Campeão) venceu os 3.000 m marcha atlética com 17:06.00. “Foi a melhor prova da minha vida. Fiquei afastada um tempo do Atletismo e estou muito feliz por ter retornado”, disse a marchadora que estabeleceu novo recorde pessoal. Gabriela de Almeida, com 17:37.25, e Rebeca Santos, com 17:38.59, ambas do CASO, ficaram com a prata e o bronze.

Nos 1.000 m com obstáculos masculino, Victor Carpeggiani (AACN) ficou com a medalha de ouro, com 2:44.11, seguido por Kaue Orvalho Domingues (IEMA), com 2:47.92 e Lucas Lourenço (ASCEFETES), com 2:50.40.

Na classificação parcial por equipes, a AA Maringá lidera com 18 pontos, seguida pelo CASO, com 14, e pela AACN, com 13. Neste sábado serão disputadas 14 finais a partir das 08 horas.

A competição recebeu a inscrição de 702 atletas de 116 clubes, representando 21 Estados e o Distrito Federal.

O nono Campeonato Brasileiro Caixa Sub-16 é uma realização da CBAt e da Federação Cearense de Atletismo (FCAt), com apoio do Governo do Ceará, por meio da Secretaria Estadual de Esporte.

Mais informações no site da competição, clicando aqui

Share