Pinheiros conquista mais um título do Troféu Brasil Caixa de Atletismo

2 d setembro d 2019 às 8:48 am

Marcio Teles, da Orcampi, vencedor dos 400 m com barreiras, e Gabriele Santos, do Memorial, ganhadora do triplo, ficaram com os títulos de melhores atletas da maior competição de clubes da América Latina

Premiação: Pinheiros, Orcampi e IEMA (Wagner Carmo/CBAt)

O Pinheiros manteve o favoritismo e conquistou mais um título do Troféu Brasil Caixa de Atletismo, encerrado neste domingo (1/9), na cidade de Bragança Paulista. O clube paulistano somou 550,5 pontos na classificação geral. O Pinheiros ganhou ainda na categoria masculina, com 334,5 pontos, e na feminina, com 216.

Pinheiros comemora título (Wagner Carmo/CBAt)

“Sabíamos que a possibilidade de ganhar o título era grande, mas tivemos de administrar algumas dificuldades, como ganhar o Troféu e, ao mesmo tempo, preservar alguns atletas mais desgastados pela temporada”, comentou Cláudio Castilho, gerente de esportes olímpicos do Pinheiros. “Se tivemos de poupar vários atletas importantes, conseguimos dar a oportunidade de protagonismo para os mais jovens, que estão fora do Mundial e são promessas no futuro.”

A Orcampi Unimed ficou em segundo lugar no masculino (142 pontos), no feminino (177) e no geral (319 pontos). IEMA ficou em terceiro lugar no geral, com 129,5, seguido do Memorial, com 94, e da UCA, com 84 pontos. Dos 117 clubes participantes, 80 marcaram pontos.

Os últimos pontos do Pinheiros foram obtidos na prova do salto com vara, programada para as 16:05, mas que só terminou às 20:10, depois de sucessivos adiamentos por causa da chuva. A competição acabou sendo disputada na pista indoor do CNDA. Augusto Dutra foi o vencedor, com 5,51 m, mesmo resultado de Thiago Braz, campeão olímpico no Rio 2016, segundo colocado.

“Foi uma prova muito complicada. Comecei o aquecimento às 14 horas, mas não faz mal. Estou muito feliz com mais uma medalha de ouro”, disse Augusto, que ganhou o quinto título da competição. “Queria um resultado melhor, mas devido às circunstâncias estou satisfeito por participar de mais um Troféu Brasil”, comentou Thiago, que viaja nesta terça-feira (3/9) para a Itália, onde fará a preparação final para o Mundial de Doha. Augusto também está qualificado para a competição do Catar.

O quadro geral de medalhas por Estados, São Paulo garantiu o primeiro lugar, com 94 conquistas, sendo 34 de ouro, 35 de prata e 25 de bronze. O Distrito Federal ficou em segundo, com 4 (3, 0 e 1), enquanto o Paraná terminou em terceiro, com 9 (2, 3 e 4).

Melhores Atletas

Márcio Teles, melhor atleta masculino (Wagner Carmo/CBAt)

Marcio Teles (Orcampi Unimed) e Gabriele Sousa dos Santos (Memorial) foram os escolhidos os destaques individuais da competição por uma comissão de treinadores, eleita durante o Congresso Técnico de quarta-feira (28). Marcio quebrou o recorde do torneio dos 400 m com barreiras, com 48.60, ratificando o índice para o Campeonato Mundial de Doha. Já Gabriele venceu o salto triplo, com 14,06 m (4.0).

Gabriele Santos, melhor atleta feminino (Wagner Carmo/CBAt)

“Foi um Troféu Brasil extraordinário, não só pelos resultados da competição, mas também porque mostrou a grande renovação do atletismo brasileiro, com garotos sub-20 e sub-23 fazendo resultados espetaculares. Temos uma boa perspectiva para o Mundial Sub-20 do ano que vem. E podemos dizer que estamos prontos para 2020, 2024 e 2028. Temos de agradecer o grande apoio que recebemos do COB e da Caixa, nosso patrocinador máster, para realizar a maior competição de clubes da América Latina. E agradecer também a Prefeitura de Bragança e a Câmara Municipal. Fiquei muito feliz com o resultado final desse Troféu Brasil”, avaliou Warlindo Carneiro da Silva Filho, presidente do Conselho de Administração da CBAt.

O Troféu Brasil Caixa foi realizado pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), com apoio da Prefeitura de Bragança Paulista e do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), e patrocínio da Caixa Econômica Federal.

A Caixa é a Patrocinadora Oficial do Atletismo Brasileiro.

Share